Association of Language Testers in Europe

(Associação dos centros de testes de línguas na Europa)

Com o aumento da imigração mundial, a sociedade multilingue é uma realidade para muitos países do mundo inteiro. Isto resultou no desenvolvimento do ensino das línguas e, ao mesmo tempo, na necessidade de uma avaliação coerente das competências linguísticas.

Reconhecendo a necessidade de uma abordagem coerente para os testes de língua a nível internacional, as Universidades de Cambridge e de Salamanca criaram a ALTE em 1989.

O objetivo inicial da ALTE era de estabelecer normas comuns para a avaliação das línguas na Europa para apoiar o multilinguismo e ajudar a preservar o seu rico património linguístico. Estas normas deviam garantir uma avaliação justa, exata e imparcial baseada em critérios comuns para cada competência e nível. Por fim, estão visados o reconhecimento dos exames no mundo inteiro e a comparação das qualificações noutras línguas.

A ALTE conta atualmente com 34 membros, 40 inscritos institucionais e várias centenas de inscritos individuais. Entre estes membros figuram os principais organismos de avaliação da língua como o Goethe Institut, o CIEP ou ainda a Universidade de Cambridge.

O INL é membro da ALTE desde 1995.

alte